7 dicas para melhorar o resultado do treino

Aumento de carga? Alimentação? Veja o que especialistas orientam para atingir os seus objetivos
por Diego Mendes12/08/2020

Você já teve a sensação de que o treino não faz mais efeito? O braço não define, a barriga não diminui, o bumbum não cresce…. Se a sua resposta for “sim”, saiba que não está sozinho nessa. Mas fique tranquilo! Agora, você vai saber como melhorar o resultado no treino sem risco de lesões e com muita saúde.

Como melhorar o resultado do treino?

Por mais que essa resposta possa variar de acordo com as individualidades de cada pessoa, algumas questões são comuns a quem tem um objetivo fitness. Por isso, sem dúvida, essas dicas vão te ajudar a melhorar os seus resultado, mantendo assim a sua evolução e garantindo a motivação que você precisa para não pular nenhum dia de treino.

1. Tenha um treino para chamar de seu

A sua rotina de treinos e exercícios deve estar de acordo com o seu objetivo, as suas limitações e particularidades. “Você provavelmente não conseguirá atingir um objetivo que é seu fazendo o treino de qualquer outra pessoa”, orienta Gisele Santos, personal trainer e consultora do Smart Coach Online (serviço de atendimento online com personal trainer).

2. Respeite a sua rotina de treinos

Organize o seu dia e deixe reservado um horário para treinar. Lembre-se que ser constante é essencial quando há um objetivo. Esse é um compromisso seu com você mesmo, evite faltar. Você deve ser a sua prioridade!

3. Só aumente a carga quando estiver pronto

Aumentar o peso em determinado exercício (seja uma anilha na barra ou a carga do pulley) não está diretamente ligado a melhora dos resultados. Se isso for feito de maneira incorreta ou se ainda não estiver preparado, você pode se lesionar.

“Nenhuma variável, como carga, repetições, séries, métodos de intensificação ou intervalos devem ser realizados sem a orientação de um profissional qualificado”, ressalta Gisele.

Além de todos os perigos à saúde, a ideia de resultado rápido também é uma cilada porque, se você se lesionar, ainda ficará sem treinar por semanas – ou meses – para se recuperar. Então, o que você acha que vai acelerar os resultados pode, na verdade, atrasá-los ainda mais.

Então, quando devo aumentar a carga para melhorar o resultado do treino?

Se você está sentindo a execução do exercício muito fácil ou não precisa de grande esforço para realizá-lo é hora de aumentar o peso. Mas lembre-se: tudo no seu tempo. Respeite o seu corpo!

“Vale reforçar que o aumento de carga em curtos períodos pode ser perigoso, afinal não houve tempo do músculo ter se adaptado a carga anterior”, completa Gisele.

Quer ler mais conteúdos como este?

Como treinar em casa e ter resultados
Como definir o abdômen
Detalhes que fazem a diferença no treino

4. Faça exercícios aeróbicos

Mesmo que o seu objetivo seja força ou hipertrofia é importante fazer exercícios aeróbios. “Além de desenvolver o seu condicionamento, eles auxiliam várias funções metabólicas e celulares, o que ajuda a melhorar o resultado do treino“, explica Gisele.

5. Valorize o descanso

Treinar é muito importante, mas o descanso também tem papel fundamental na melhora do resultado do treino. Respeite o tempo de intervalo entre um treino e outro e tenha uma boa noite de sono. Nosso corpo precisa se recuperar do estresse exposto ao realizar os exercícios.

6. Alimente-se bem e melhore o resultado do treino

Uma rotina de treinos deixa de ser saudável quando a alimentação não está adequada. Afinal, em resposta aos treinos, o corpo aumenta as necessidades nutricionais para se recuperar do esforço causado pela atividade física.

“O que você come garantirá a energia necessária para que os exercícios sejam realizados e os nutrientes que ajudarão no aumento de força e resistência”, explica Pablius Staduto Braga, médico do esporte do Hospital Nove de Julho, em São Paulo.

O que comer antes do treino?

A orientação de Pablius é investir em alimentos leves mas ricos carboidratos (como batata doce e banana) no pré-treino. “Eles vão manter a energia durante todo o treino e diminuir a sensação de casaço, que surgiria por falta dela”, acrescenta o especialista. As proteínas, no entanto, também são importantes, porque garantem a saciedade por mais tempo, além de auxiliar na recuperação muscular, após a prática dos exercícios físicos.

Para evitar desconforto durante os exercícios, faça esse lanche (ou refeição), pelo menos, 30 minutos antes do treino.

O que comer depois do treino?

Nesse momento também é indicado o consumo de carboidratos e proteínas.

“Carboidratos são importantes porque os exercícios consomem muita energia, esgotando a pequena reserva presente nos músculos. Já a ingestão de proteínas ajuda na restauração das fibras musculares e no ganho de volume e força”, explica o médico do esporte.

Tapioca com peito de peru e queijo light, iogurte desnatado com granola, mix de castanhas com damasco e uva passa são alguns exemplos de alimentos para consumir após a atividade.

7. Beba água

“Muitas reações relacionadas ao esforço físico e gasto de energia vão precisar da água. Além disso, com o aquecimento corporal, esse líquido será consumido e precisará ser reposto”, pontua Pablius.

Conclusão: como melhorar o resultado do treino?

Como vimos, o aprimoramento da prática de atividade física depende de uma série de fatores, como uma rotina adequada (com descanso e boas horas de sono), alimentação balanceada e um treino que seja ideal para o seu objetivo. Agora, com essas dicas, fica mais fácil saber o que – e como — você pode melhorar os seus hábitos e otimizar os resultados do treino.