Segunda sem carne: como incluir proteínas vegetais na sua alimentação

por Redação20/01/2020

A alimentação plant-based (à base de plantas) pode proporcionar inúmeros benefícios para saúde, mas, como em qualquer dieta, é importante escolher alimentos ricos em nutrientes. Descubra como funciona a segunda sem carne e como começar a incluir proteínas vegetais na sua alimentação.

O que é Segunda Sem Carne?

Criada em 2003, a Segunda Sem Carne é uma iniciativa global cujo objetivo é reduzir o consumo de carne. Por ser uma ideia simples de entender e fácil de fazer, o movimento já foi adotado em mais de 40 países.

Muitas pessoas aderem à uma alimentação vegetariana em uma tentativa de melhorar sua saúde ou reduzir o risco de doenças. No entanto, os benefícios de uma alimentação sem carne dependem da qualidade dos alimentos que você inclui – ou exclui – das suas refeições.

Uma dieta vegetariana cheia de alimentos processados tem menos chances de garantir benefícios à saúde do que uma dieta rica em frutas, vegetais, legumes e grãos nutritivos.

Por isso, antes de adotar esse estilo de vida, considere os prós e contras de uma alimentação plant-based para garantir que esta seja a melhor opção para você.

Vantagens da Segunda Sem Carne*

  • Reduz o risco de doenças cardiovasculares

  • Pode aumentar a longevidade

  • Alimentação mais diversificada

  • Menor impacto ambiental

  • Tratamento ético dos animais

Desvantagens da Segunda Sem Carne

  • Possíveis deficiências nutricionais (vitamina B12, por exemplo)

  • Refeições exigem mais planejamento

  • Possível exposição a agrotóxicos

Como incluir proteínas vegetais na sua alimentação?

Agora que você já sabe o que é a Segunda Sem Carne, que tal descobrir como trazer essa mudança para a sua vida?

Repense suas compras

Mudar sua alimentação também influencia os seus hábitos de compras no supermercado. Se você estiver participando do Segunda Sem Carne, provavelmente passará menos tempo na área de carnes e frutos do mar.

Você pode até experimentar um novo tipo de mercado, como uma feira livre ou uma loja de alimentos naturais, para comprar os produtos necessários para se manter saudável. As opções costumam ser mais variadas e frescas.

Escolha alimentos da estação

Se o orçamento for uma preocupação, escolha frutas e legumes da estação. Isso não apenas ajuda a manter os custos baixos, mas também é uma ótima chance de experimentar novos sabores. Por exemplo, na primavera tente jabuticaba e pêssego, abóbora ou couve-flor.

Cozinhe com antecedência

Preparar certos alimentos com antecedência te ajudará a se manter saudável e satisfeito com uma alimentação sem carne. Você pode, por exemplo, cozinhar diferentes tipos de grãos (feijão, lentilha, grão de bico) e deixá-los congelados para quando quiser. Isso te ajudará a ter refeições nutritivas e evitar alimentos processados.

Inclua grãos na sua alimentação

  • Lentilha, grão de bico e feijão — ricos em ferro
  • Semente de girassol — rica em vitaminas B1 e B6
  • Frutas secas, como figos secos — ricos em cálcio
  • Amêndoas, castanha de caju, pistache e outras nozes — ricos em cálcio e magnésio

Substitua carne por cogumelos

Se você está tendo dificuldades para remover a carne de suas refeições, os cogumelos são uma boa e saborosa alternativa. É um item muito versátil, que pode ser facilmente transformado em sopas, refogados, recheios para massas, etc.

Comece agora!

Muitas receitas tradicionais brasileiras são pensadas em torno da carne ou contém muitos laticínios. Por isso, ao repensar sua alimentação e experimentar alternativas plant-based, pegue leve com você mesmo.

Mudar um hábito que temos há muito tempo é difícil, mas é completamente possível.

Experimente novas receitas, busque o apoio de amigos e aproveite os recursos para se adaptar ao seu novo estilo de alimentação.

Curtiu? Compartilhe em suas redes sociais! 🙂

* Fonte: https://www.mdpi.com/2072-6643/6/6/2131
Tenha uma vida mais saudável. Clique aquie matricule-se já na Smart Fit mais perto de você.